o pingo de chuva

Padrão

 

pingoUm pinguinho de chuva caiu caprichosamente.

Veio lá de cima, como se mira certeira tivesse!

Pousou sobre mim delicadamente…

Danado esse pingo…arrepiou a alma!!

Embora fosse geladinho, trouxe sensações quentes

Que chegaram devagar, com muita calma.

Sagaz esse pingo, nem precisou falar!

No silêncio, sussurou em meu coração

Aquele sentimento gostoso que não quer calar!

Se caísse nos lábios, seria quase um beijo na boca.

Perspicaz do jeito que é, o pinguinho nem escolheu onde aterrissar…

Ele simplesmente chegou, tocou minha alma e me faz AMAR!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s