A mais nova senhora de quase 30, e seus cabelos brancos.

Padrão

Aconteceu uma das coisas que eu menos queria na vida. Pelo menos, não antes dos 30. Pelo menos, não antes de ser mãe. Pelo menos, não antes de ter um emprego melhor. ACHEI MEU PRIMEIRO FIO DE CABELO BRANCO. É……
Foi tão traumatizante quando me olhei no espelho e o maldito estava lá, que cheguei a ficar ofegante e taquicárdica, sem exagero. Então, entre malabarismos e com a pinça na mãe, arranquei o dito cujo, sem nem considerar o que diz a lenda, que se você arranca um fio de cabelo branco, nascem outros tantos no lugar.
Fiquei mirando-o na pinça, estupefata, almejando profundamente que aquilo fosse um terrível pesadelo do qual eu logo acordaria, aliviada. Masssss, não era. Era, sim, a mais cruel realidade da vida, da idade e do tempo a me atacar naquele instante.
Estava só em casa, e liguei aos prantos para o namorido, que riu de mim e disse que aquilo era uma bobagem. Tentei recorrer ao meu pai, que, de igual forma, achou tudo muito engraçado. Deitei na cama, e percebi, em meio às lágrimas, que aquele era um drama pelo qual eu teria de passar só.
Sempre soube que quando isso me acontecesse eu me assustaria. Mas, também sempre achei que isso ainda estaria deveras distante. Afinal, poucas rugas possuo. Não tenho pés de galinha, tampouco a pele de meu rosto é flácida. Ainda estou na casa dos 20 (os últimos dias, é fato, mas ainda estou!!!). Como posso já ter cabelos brancos? Como pode o “envelhecer” estar ali, tão presente em mim, na minha realidade??? Eu, que outro dia era uma garota que tinha medo de ir a escola, e que chorava se, quando terminasse a aula, a mãe não estivesse lá para buscar? Justo eu, que ainda ontem aprendia a ler, e penava para perder os dentes de leite? Como era possível que eu, com lembranças, memórias e recordações ainda TÃO VIVAS de minha infância e adolescência, via, naquele instante, minha juventude começar a se esvair diante dos meus próprios olhos, e de forma tão palpável??
Sim, bem sei que ter 29 não é ter 9, nem 19. Sei que, depois dos 25, muita coisa em meu corpo mudou…comecei a me cansar com mais facilidade, engordar mais facilmente, dentre outras coisas…Já tinha diversos indícios de que estava envelhecendo, como quando, por exemplo, primos meus que eram mais novos e que vi nascer já estão casando, outros já tem até filhos. Minha afilhada, de quem outro dia eu trocava as fraldas, vai fazer 15 anos. Já ter saído do colégio a 13 anos. Da faculdade a 7 anos…mas nenhuma dessas situações foi tão forte quanto a que narro agora.
Não me considero vaidosa. Sou, aliás, penso eu, até menos do que deveria. Mas, dessa vez, foi difícil aceitar.
Guardei o desgraçado do fio.
E não consegui fazer mais nada decente pelo resto do dia…
Namorido chegou do trabalho, e me encontrou deitada no sofá da sala, com a TV no mute, olhando para o ventilador do teto. Ele veio, me fez recostar em seu peito, e eu desabei. Peguei, então, o fio e mostrei a ele. É um fio curto, o que significa que é recente. Ele olhou, sorriu, e disse: “Ta bom, agora pode jogar fora, né? Não precisa guardar pra se torturar!”. E foi o que fiz. Quer dizer, a parte do guardar. Quanto a tortura, bem, já não sei…
Só o que sei é que ainda estou um tanto quanto torpe com essa descoberta. E que eu, que pensava em escurecer o cabelo, agora vou mantê-lo loiro com mechas ad eternum.
E sei, também, que o tempo, de fato, é IM-PLA-CÁ-VEL!
Espero que eu seja daquelas pessoas “maduras” que não queira esconder a idade, nem faça plásticas ou use botox a ponto de desfigurar-se. Espero que eu aprenda, como já aprendi tantas coisas na vida, a encarar isso e as demais agruras do avanço etário com calma, resignação…ESPERO!!! Muito embora, no momento, isso tudo me pareça um tanto quanto impossível.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s